Categoria: Certificação Inmetro

Secadores de cabelo podem causar problemas de audição?

Todos nós sabemos que um ruído alto, especialmente durante longos períodos de tempo, pode causar problemas de audição. No entanto, poucos sabem que a duração da exposição e a frequência com que essa exposição ocorre também desempenham um papel importante na perda auditiva.

Esses ruídos, chamados de poluição sonora, podem causar além de surdez, distúrbios no sono, estresse, ansiedade, falta de concentração, dores de cabeça, distúrbios digestivos e até aumento da agressividade.

Os níveis de ruído são medidos em decibéis (dB). Quanto mais alto o nível de decibéis, mais alto é o ruído. Sons com mais de 85 dB podem ser extremamente nocivos para a nossa audição.

Para um secador de cabelo, o som que ele produz, em média, se enquadra na categoria “Muito alto” da tabela da ASHA – American Speech-Language-Hearing Association, que identifica a quantidade de ruído (em decibéis) e o seu efeito em nós. Veja abaixo:

NÍVEIS DE RUÍDO (~ dB)

Concluímos que embora existam emissões sonoras mais altas, é importante estar ciente dos perigos envolvidos na exposição ao ruído dos secadores de cabelo, uma vez que é algo que a maioria das pessoas não identifica como alto, mas que pode causar danos a audição.

Como escolher o seu secador de cabelo?

Selo Ruído: O selo colorido classifica os decibéis de 1 (mais silencioso) a 5 (menos silencioso) e deve estar colado na embalagem para informar ao consumidor a potência sonora do produto.

Pensando na segurança dos consumidores, o Inmetro e o Ibama criaram o Selo Ruído, parte do Programa Silêncio, que tem como objetivo combater a poluição sonora do país, orientar o consumidor na hora de escolher eletrodomésticos mais silenciosos, estimular os fabricantes a produzirem produtos com níveis de ruídos cada vez menores e melhorar a saúde do cidadão.

Atualmente, o Selo deve ser encontrado em aspiradores de pó, secadores de cabelo e liquidificadores. Deve estar colado no produto ou em sua embalagem, para que na hora da compra, você possa escolher aquele que tenha o menor nível de potência sonora. Assim, fica fácil comparar os modelos e escolher qual o melhor para você.

Classificação dos níveis de Potência Sonora

Tabela A.E.I.2: Classificação do nível de potência sonorapara secadores de cabelo.

A BRICS Certificações atua como Organismo Certificador de Produtos (OCP) acreditado pelo Inmetro e concede aos fabricantes e importadores o Selo Ruído. A OCP lembra aos consumidores que, segundo a classificação do nível de potência sonora para secadores de cabelo, constante na Tabela A.E.I.2 da Portaria Inmetro 430/2012, para receber a melhor avaliação no Selo Ruído, o secador de cabelo não pode exceder 78 decibéis.

O Selo Ruído é só indicativo, não obriga a indústria a produzir aparelhos menos barulhentos. Mas com certeza, quanto melhor barulho, melhor para o usuário. Por isso, na próxima vez que estiver buscando um secador de cabelo, fique atento a embalagem do produto e confira esta informação.

Boas compras!
Faustino Júnior – LinkedIn: faustinojunior | Instagram: @admfaustinojunior
Administrador de Empresas, Auditor Líder ISO 9001/22000. Ajuda empresas e profissionais da qualidade a simplificarem seus processos, contribuindo com tecnologia e conteúdo.

Comentários são bem vindos. Não esqueça de compartilhar o conteúdo em suas redes sociais!

Preservação da Camada de Ozônio e o Arla 32!

Hoje, 16 de setembro, é comemorado o Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio, mesma data em que alguns países assinaram o Protocolo de Montreal em 1987. O principal objetivo dessa celebração é a conscientização sobre a importância dessa camada e as formas para evitar a sua destruição. Neste mesmo dia também é comemorado o Dia Nacional do Caminhoneiro, decretado através da lei nº 11.927, de 17 de abril de 2009.

O ozônio (O3) é um dos gases que compõe a atmosfera e cerca de 90% de suas moléculas se concentram entre 20 e 35 km de altitude, região denominada Camada de Ozônio. Sua importância está no fato de ser o único gás que filtra a radiação ultravioleta do tipo B (UV-B), nociva aos seres vivos, provocando danos à visão, envelhecimento precoce, supressão do sistema imunológico e desenvolvimento de câncer de pele (Fonte: MMA-Ministério do Meio Ambiente).

Uma das formas de evitar a destruição dessa camada é pelo uso de Arla 32 certificado. O Arla 32 é um composto químico, injetado no sistema de escapamento dos veículos que possuem tecnologia SCR (Redução Catalítica Seletiva) para a redução da emissão de óxidos de nitrogênio (NOx). O óxido de nitrogênio é um gás poluente com ação altamente oxidante que contribui na degradação da camada de ozônio.

Assim, o Arla 32 ao transformar os óxidos de nitrogênio em vapor de água e gás nitrogênio, inofensivos para a saúde humana, contribui diretamente para a redução das emissões dos poluentes emitidos pelos motores e é capaz de reduzir em 98% as emissões de óxidos de nitrogênio, melhorando a qualidade do ar e reduzindo o efeito estufa.

Viu como o Arla 32 é importante para o meio ambiente e para preservação da Camada de Ozônio? Por isso ao comprar Arla para o seu veículo ou sua frota, não deixe de verificar se ele possui o selo do Inmetro!

Procure este selo:

 

Acompanhe nossas publicações nas redes sociais e entenda como comprar produtos seguros. Se desejar poderá baixar nossa Cartilha de Certificação de Arla 32”.

Caso resida alguma dúvida sobre o tema, entre em contato conosco pelo número +55 (11) 2087-7051 ou pelo email contato@brics-ocp.com.br.

Será um prazer atender você!

BRICS Certificações
Evoluindo Com Você!

Como certificar Brinquedos?

O processo de certificação de brinquedos é bastante simples, ao contrário do que muitos pensam.

Inicia-se com o solicitante da certificação preenchendo um documento, chamado Memorial Descritivo, com informações do produto, incluindo o material com o qual o produto é fabricado, o processo de fabricação, foto em boa resolução do produto e classificação da faixa etária para qual o brinquedo se destina, o que é obtido verificando a norma ISO 8124-8.

Vencida esta primeira etapa, o solicitante da certificação deve definir qual o Modelo de Certificação a ser adotado.

Para brinquedos, podem ser utilizados:

  • Modelo 1b – ideal para importadores que querem testar o mercado, pois a certificação é feita somente para o lote apresentado para ser certificado;
  • Modelo 2 – que somente pode ser utilizado por artesãos ou por fabricantes de brinquedos que comprovarem sua classificação como MEI, MPE;
  • Modelo 5 – ideal para os fabricantes nacionais ou para os importadores que trazem mais de um lote de produtos ao longo do ano, sendo esse modelo baseado na coleta de amostras e auditoria do sistema de gestão da qualidade do fabricante.

Escolhido o modelo mais adequado, deve-se encaminhar as documentações solicitadas pelo Organismo de Certificação de Produto, agendar amostragens e auditorias, se for o caso, e escolher o laboratório de testes acreditado pelo Inmetro que irá receber as amostras para serem testadas.

Importante lembrar que:

1. O OCP irá auditar de maneira presencial o local onde o solicitante da certificação atende as eventuais reclamações dos clientes;
2. É obrigatória a adoção do código de barras no padrão EAN-13;
3. Todo brinquedo deve conter a identificação da data de fabricação do produto em sua embalagem e, no caso de brinquedos perecíveis, deve constar a data de validade do produto pelo menos em sua embalagem principal;
4. Depois da certificação, os produtos deverão ser registrados no Inmetro, sendo que somente o fornecedor do objeto pode solicitar o Registro de Objeto junto ao Inmetro;
5. Somente depois da emissão do registro do objeto é que o OCP pode emitir o Selo de Identificação da Conformidade.

Deve-se sempre atentar para o fato que produtos não considerados brinquedos não devem ostentar a expressão “brinquedo”, e não será permitido a estes produtos ostentarem o Selo de Identificação da Conformidade do Brinquedo.

Saiba mais sobre Certificação de Brinquedos clicando aqui e baixando gratuitamente a cartilha “Como Certificar Brinquedos“.

Quer saber como tornar ainda mais simples seu processo de certificação? Fale com um de nossos especialistas! A BRICS Certificações possui uma equipe comercial e técnica eficazmente treinada para atender a sua demanda! É só falar com a gente pelo número +55 (11) 2087-7051, pelo email contato@brics-ocp.com.br, ou pelo Chat aqui no site.

BRICS Certificações
Evoluindo Com Você!

Por que certificar Brinquedos?

Um produto bem avaliado e uma certificação bem feita é a garantia da segurança do usuário final, bem como evita problemas de recall e danos ao bem maior que uma empresa tem, sua imagem e nome e, considerando que é dever de todo fornecedor oferecer produtos seguros no mercado nacional, além de zelar pela segurança de crianças visando a prevenção de acidentes, o Inmetro definiu no Art. 8º da Portaria Inmetro nº 563/2016 que brinquedos são produtos de certificação compulsória, ou seja, obrigatória.

Em decorrência dessa obrigatoriedade, brinquedos não podem ser comercializados sem a devida certificação e, nos casos de desrespeito a essa diretriz, ficam sujeitos a multas e outras punições quando não certificados.

Com isso, devem ser certificados todos os brinquedos novos destinados ao uso por crianças até 14 (quatorze) anos, comercializados ou ofertados como brindes em lojas físicas, virtuais ou através de catálogos.

Devem ser também certificados os brinquedos que estão anexos a produtos que não são brinquedos, como por exemplo os brinquedos que estão incorporados em andadores ou em livros.

O Selo de Identificação da Conformidade do Brinquedo deve ser o resultado final de um processo de certificação tranquilo, sem sustos e surpresas, tão comuns em processos que ocorrem com a falta de confiança e transparência entre o Organismo de Certificação de Produtos e o solicitante da certificação, que pode ser um artesão, importador, fabricante ou distribuidor.

A BRICS Certificações atua como Organismo Certificador de Produtos (OCP) acreditado pelo Inmetro e o nosso Selo de Certificação de Segurança de Brinquedos garante que o produto passou por testes laboratoriais e está cumprindo todos os requisitos de segurança definidos nas normas aplicáveis.

Saiba mais sobre Certificação de Brinquedos clicando aqui e baixando gratuitamente a cartilha “Como Certificar Brinquedos“.

Qualquer dúvida, é só falar com a gente pelo número +55 (11) 2087-7051, pelo email contato@brics-ocp.com.br, ou pelo Chat aqui no site.

Será um prazer atender você!

BRICS Certificações
Evoluindo Com Você!