Componentes de Moto

Componentes automotivos de motocicletas entende-se por componentes de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos destinados ao mercado de reposição e incluem os componentes comercializados no comércio de atacado e varejo, em serviços autorizados e concessionárias das marcas de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos.

Com foco na segurança, visando à prevenção de acidentes, todo componente de moto comercializado no Brasil deve ser certificado de acordo com a Portaria nº 123, publicada em 19/03/2014, seja produto nacional ou importado.

Correntes, Coroas, Pinhões e Escapamentos, são os produtos que compõem a certificação para componentes de motos.

Modelos de Certificação

Para este escopo podem ser utilizados os modelos de certificação 5 e 1b:

MODELO DE CERTIFICAÇÃO 5

Nesse modelo a avaliação é realizada por meio de ensaio de tipo, avaliação e aprovação de Sistema de Gestão de qualidade do fabricante, acompanhamento através de auditorias no fabricante e ensaio em amostras.

MODELO DE CERTIFICAÇÃO 1b
Nesse modelo a avaliação é realizado por meio da avaliação do Lote, onde a certificação estará somente vinculada ao lote avaliado (fabricado ou adquirido).

Classificação

Para a Certificação e o Registro do Objeto, aplica-se o conceito de família:

CORRENTE DE TRANSMISSÃO
A família de corrente de transmissão deve ser constituída por modelos que apresentem o mesmo número da corrente, passo (mm), diâmetro do rolo (mm), distância entre as placas internas (mm).

A família de corrente de transmissão deve apresentar a seguinte nomenclatura:
– número da corrente_passo_diâmetro do rolo_distância entre as placas internas

COROA
A família de coroa deve ser constituída por modelos que apresentem o mesmo número da corrente, passo (mm), diâmetro do rolo (mm) e distância entre as placas internas (mm).

A família de coroa deve apresentar a seguinte nomenclatura:
– número da corrente_passo_diâmetro do rolo_distância entre as placas internas.

PINHÃO
A família de pinhão deve ser constituída por modelos que apresentem o mesmo número da corrente, passo (mm), diâmetro do rolo (mm) e distância entre as placas internas (mm).

A família de pinhão deve apresentar a seguinte nomenclatura:
– número da corrente_passo_diâmetro do rolo_distância entre as placas internas

ESCAPAMENTO
A família de escapamentos deve ser constituída por modelos aplicáveis a veículos de mesma marca, modelo e cilindradas específicas para motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos.

A família de escapamentos deve ter a seguinte nomenclatura:
– marca_modelo_cilindrada

Identificação no Produto/Embalagem

CORRENTE DE TRANSMISSÃO
A marcação nas correntes de transmissão e em suas embalagens devem conter no mínimo:
a) nome do fornecedor, ou marca, ou a sua abreviatura;
b) número da corrente

COROA
A marcação nas coroas e em suas embalagens devem conter, no mínimo:
a) nome do fornecedor, ou marca, ou a sua abreviatura;
b) número de dentes;
c) número da corrente correspondente ao mesmo número da coroa (somente na embalagem).

PINHÃO
A marcação nos pinhões e em suas embalagens devem conter, no mínimo:
a) nome do fornecedor, ou marca, ou a sua abreviatura;
b) número de dentes;
c) número da corrente correspondente ao mesmo número do pinhão (somente na embalagem).

ESCAPAMENTO
A identificação da conformidade deve ser inserida no corpo do produto, de forma clara, indelével e não violável (gravada ou em forma de adesivo), podendo seguir um dos modelos do Selo de Identificação da Conformidade, Figura B.

A identificação da conformidade deve ser inserida na embalagem de forma clara, indelével e não violável (na forma de adesivo ou processo de gravação/estampagem/impressão) podendo seguir um dos modelos do Selo de Identificação da Conformidade, Figura B, quando aplicável.

Perguntas Frequentes

– Qual a validade da certificação?
O Certificado de Conformidade deve ter validade de 4 (quatro) anos, condicionado a manutenções que devem ser concluídas a cada 12 (doze) meses.

– Quanto tempo demoro pra certificar meu produto?
Depende muito da disponibilidade do fabricante em realizar auditoria e da fila do laboratório, mas em geral podemos considerar 45 dias.

– Qual o melhor modelo de certificação?
Depende muito do tipo de negócio da empresa solicitante.
Se o solicitante possui fidelidade com o fabricante e frequentemente comercializa expressivas quantidades dos respectivos produtos, sugerimos o modelo 5, entretanto cabe ao solicitante a escolha pelo modelo de certificação.

– Quais os custos para certificar?
A proposta comercial emitida pela BRICS Certificações contempla todos os custos da certificação, com exceção dos custos relacionados aos ensaios os quais deverão ser acertados junto ao laboratório contratado.