Portaria 144/2015

Portaria 144/2015

Por que certificar lâmpadas LED?

É nítida a popularização das lâmpadas LED no mercado nacional, já que o consumidor vem adquirindo consciência acerca da importância de economizar energia e de utilizar produtos sustentáveis, ou seja, itens que não agridem o meio ambiente. As lâmpadas LED estão atualmente disponíveis em diversos tipos e formatos, mas os níveis de qualidade desses produtos também têm variado bastante.

Por conta disso, o Inmetro publicou a Portaria 144/2015, que estabelece o programa de certificação compulsória, isto é, obrigatória, para lâmpadas LED. O objetivo do programa é zelar pela eficiência energética e pela segurança do produto. Assim, os Organismos de Certificação de Produtos (OCPs) acreditados pelo Inmetro, como a Brics, deverão submeter os itens, nacionais ou importados, a testes laboratoriais para verificar se os mesmos atingem os requisitos mínimos definidos pelo programa.

 

Quais produtos devem ser certificados?

A portaria se aplica às lâmpadas LED com dispositivo integrado à base ou corpo, constituindo uma peça única em rede de corrente alternada de 60Hz, para tensões de 127V ou 220V, ou em corrente contínua (DC ou CC) em qualquer faixa de tensão.

Para fins de esclarecimentos, a portaria especifica alguns itens não contemplados pelo RAC (Requisitos de Avaliação da Conformidade):

  • Lâmpadas com LED coloridos, com lentes coloridas, que emitem luz colorida;
  • RGB, que possuem invólucro colorido e decorativas, e emitem luz colorida;
  • Lâmpadas de LED com dispositivo de controle incorporado que produzam intencionalmente luz colorida;
  • OLED (Organic Light Emitting Diode).

 

Quais modelos para certificação de lâmpadas LED existem?

A Portaria 144/2015 define os principais requisitos e etapas de avaliação e certificação para as lâmpadas LED. O documento para esta categoria de produtos estabelece que podem ser utilizados os seguintes modelos de certificação:

  • Modelo 5: avaliação inicial com amostras retiradas no fabricante, com implementação de SGQ (Sistema de Gestão da Qualidade), seguida de avaliação de manutenção periódica em amostras retiradas no mercado;
  • Modelo 7: Ensaio de lote.

 

Conte com a Brics

Precisando de certificação de lâmpadas LED, conte com a Brics. Aqui você encontra toda a infraestrutura para obter os selos de certificação para seus produtos com agilidade e praticidade. Assim, é possível obter a garantia de segurança e eficiência de desempenho.

Portaria-563/2016

Portaria 563/2016

Por que certificar brinquedos?

Levando em consideração a fragilidade da faixa etária à qual se destinam, os brinquedos precisam ter segurança garantida. Por isso, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, o Inmetro, estabeleceu, por meio da Portaria 563/2016, o programa para certificação de brinquedos, sejam eles de fabricação nacional ou importados. Por meio desse programa, os Organismos de Certificação de Produtos (OCPs) acreditados pelo Inmetro, como a Brics, realizam ensaios laboratoriais para avaliar os produtos. O propósito dos testes é verificar se os itens em avaliação atingem os requisitos mínimos de segurança e/ou eficiência estabelecidos pelas portarias do Inmetro, levando em consideração suas propriedades mecânicas e sua composição química.

Nos termos da portaria, o conceito de brinquedo é definido como “qualquer produto ou material projetado, ou claramente destinado, para uso em brincadeiras por crianças menores de 14 (quatorze) anos de idade inclusive”.

Quais produtos devem ser certificados?

A portaria contém o Anexo A, que estabelece uma série de itens que fazem parte, mas não esgotam o escopo de brinquedos. Neste anexo, são listados itens como: animais de borracha/pelúcia, balões, bolas, bonecos, bicicletas, jogos de construção, eletroeletrônicos, infláveis, caixas, carrinhos, circuitos, chocalhos, cordas, cubos, equipamentos esportivos, fantoches, instrumentos musicais, ioiôs, jogos diversos, máscaras, miniaturas, patins, patinetes, petecas, piões, pipas, raquetes, quebra-cabeças, entre outros.

Para fins de esclarecimentos, a portaria também publica, em seu Anexo B, uma lista de produtos que, explicitamente, não são considerados brinquedos. No Anexo C, há uma lista de brinquedos proibidos no Brasil, no Anexo D, a classificação etária para brinquedos, e no Anexo E, a marcação ou identificação de brinquedos com forma de arma de fogo.

Quais modelos para certificação de brinquedos existem?

A Portaria 563/2016 estabelece os principais requisitos e etapas de avaliação e certificação para cada tipo de brinquedo. O documento para esta categoria de produtos estabelece que podem ser utilizados os seguintes modelos de certificação:

  • Modelo 1b: ensaio de lote;
  • Modelo 2: ensaios iniciais em amostras do produto retiradas no fabricante, seguidos de ensaios periódicos de manutenção em amostras retiradas no mercado;
  • Modelo 5: avaliação inicial com amostras retiradas no fabricante, com implementação de SGQ (Sistema de Gestão da Qualidade), seguida de avaliação de manutenção periódica em amostras retiradas no mercado.

Conte com a Brics

Precisando de certificação de brinquedos, conte com a Brics. Temos toda a infraestrutura necessária para que você obtenha os selos de certificação de conformidade com praticidade e rapidez. Assim, seus produtos terão garantia de segurança e eficiência de desempenho.

A Páscoa está chegando!

O Carnaval acabou, mas você já percebeu qual é a nova data que o brasileiro vai comemorar?
Não?
Bom, basta olhar as prateleiras dos grandes supermercados para já encontrarmos os deliciosos ovos de Páscoa pendurados e preenchendo nossa boca de água, com tantos desenhos, imagens, tanto colorido.
E as crianças então, que já esperam e escolhem os seus personagens preferidos e já sonham em brincar com os muitos brinquedos presentes nos ovos de Páscoa.
Aliás, vocês sabiam que a Páscoa á uma das datas em que mais se vendem brinquedos, dentro dos tradicionais ovos de Páscoa na forma de brindes promocionais?
Você se preocupa em verificar se esse brinquedo está certificado ou mesmo se está adequado para a idade de seu filho? Não?
Então vamos falar um pouco sobre isso.
A atual portaria Inmetro nº 321/2009, já prevê que “produtos que contêm brinquedos como brindes não devem exibir o Selo de Identificação da Conformidade na sua embalagem, mas sim no brinquedo ou na embalagem do brinquedo ofertado como brinde”.
Então vamos lá, olha nas embalagens coloridas dos ovos de Páscoa que contêm brinquedos e vamos procurar os seguintes dizeres

“ATENÇÃO: Contém um brinquedo certificado no âmbito do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade”
Caso haja alguma restrição de faixa etária desse brinquedo (por exemplo, a presença de partes pequenas), a frase completa deveria ficar:
“ATENÇÃO: Contém um brinquedo certificado no âmbito do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade não indicado para menores de 3 anos por conter partes pequenas que podem ser engolidas”.
Agora, TODAS as informações do brinquedo DEVEM estar presentes na embalagem ou no corpo do próprio brinquedo, como dados do importador ou fabricante, nº de SAC para eventuais reclamações, informações de segurança, símbolo de segurança entre outras.
Visite nosso site e leia nossas cartilhas sobre certificação de produtos e conheça como a BRICS pode ajudar a você a escolher o melhor presente para quem você ama.
Procure nosso selo de Conformidade no produto que vai adquirir e compre tranquilo.

BRICS sempre com você!

35º Feira Internacional de Brinquedos

35º Feira Internacional de Brinquedos – ABRIN

BRICS marca presença na maior feira de brinquedos da América Latina em 2018

De 5 a 8 de março de 2018, acontecerá em São Paulo a maior feira de brinquedos da América Latina e 4ª maior do mundo. Com início em 1983, a ABRIN é um evento que visa demonstrar a importância dos brinquedos na infância. Ela é promovida anualmente pela ABRINQ, representante oficial da indústria e do setor de brinquedos no Brasil. A associação escolheu o Expo Center Norte para abrigar o evento deste ano.

A ABRIN possui uma importância de escala mundial no setor de brinquedos. Reconhecendo o Brasil como um dos que mais se desenvolvem nesse ramo, a feira faz com que as vendas ganhem cada vez mais força todos os anos.

O evento conta com a participação de diversas empresas fabricantes de brinquedos e relacionadas ao ramo, como é o caso da BRICS, empresa especializada em facilitar o processo de certificações de brinquedos, permitindo a sua venda no Brasil.

A importância da BRICS no setor de brinquedos

Quando o assunto é criança, um dos fatores essenciais é o cuidado. Afinal, trata-se de seres que ainda não podem cuidar de si mesmos, dependendo dos pais para educá-los e protegê-los. Além disso, assegurar o seu bem-estar, não é responsabilidade apenas dos pais, como também de quem trabalha com produtos destinados as crianças.

Por isso, com tantas ideias e projetos para novos brinquedos que surgem a todo tempo, faz-se necessária uma gestão de qualidade criteriosa, para que o produto seja vendido de acordo com os parâmetros corretos que não colocam em risco a saúde e a segurança da criança.

No Brasil, os produtos infantis só são autorizados para venda após passar por processos que asseguram o seu bom funcionamento, sendo depois certificados pelo Inmetro. Por ser um processo que demanda tempo e conhecimento de normas específicas, a BRICS auxilia o fabricante a certificar o brinquedo de forma mais fácil e prática.

Desta forma, a BRICS e a ABRIN cumprem o mesmo objetivo: fortalecer a importância do brinquedo na infância. Afinal, facilitando o processo de licenças e certificações dos brinquedos, compradores e fabricantes terão muito mais sucesso em seu ramo, fazendo com que mais crianças brinquem de forma saudável e divertida.

O que é preciso para certificar um brinquedo

Antes de tudo é preciso avaliar a quem o seu produto é destinado, se ele foi projetado para crianças menores de 14 anos, entra na categoria brinquedo.

No Brasil, sendo o produto importado ou não, os brinquedos devem seguir a Portaria nº 321, publicada em 29/10/2009, desta forma, assegurando o bem-estar e saúde das crianças.

Além disso, existem três modelos de certificações que podem ser usadas e apresentadas junto aos documentos necessários para emissão. No site da BRICS, é possível encontrar maiores informações para facilitar esse processo.

1º de dezembro – dia mundial de combate a AIDS

O que é o Dia Mundial de Luta Contra a Aids?

Transformar o 1º de dezembro em Dia Mundial de Luta Contra a Aids foi uma decisão da Assembléia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com apoio da Organização das Nações Unidas – ONU. A data serve para reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV/aids. A escolha dessa data seguiu critérios próprios das Nações Unidas. No Brasil, a data passou a ser adotada, a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministério da Saúde.

Por que o laço vermelho como símbolo?

O laço vermelho é visto como símbolo de solidariedade e de comprometimento na luta contra a aids. O projeto do laço foi criado, em 1991, pela Visual Aids, grupo de profissionais de arte, de New York, que queriam homenagear amigos e colegas que haviam morrido ou estavam morrendo de aids.

O que é a AIDS?

A aids é o estágio mais avançado da doença que ataca o sistema imunológico. A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, como também é chamada, é causada pelo HIV. Como esse vírus ataca as células de defesa do nosso corpo, o organismo fica mais vulnerável a diversas doenças, de um simples resfriado a infecções mais graves como tuberculose ou câncer. O próprio tratamento dessas doenças fica prejudicado.
Há alguns anos, receber o diagnóstico de aids era uma sentença de morte. Mas, hoje em dia, é possível ser soropositivo e viver com qualidade de vida. Basta tomar os medicamentos indicados e seguir corretamente as recomendações médicas.
Saber precocemente da doença é fundamental para aumentar ainda mais a sobrevida da pessoa. Por isso, o Ministério da Saúde recomenda fazer o teste sempre que passar por alguma situação de risco e usar sempre o preservativo.

USE CAMISINHA

Prevenir é a melhor melhor cura!

Brics a Certificadora que faz a diferença!

 

 

Selo ruído – Potência sonora

Você já ouviu falar do programa silencio?

O programa Silêncio foi criado pelo Inmetro e Ibama com o objetivo de combater a poluição sonora do país, assim criando o Selo Ruído que ajuda a orientar o consumidor na hora de escolher eletrodomésticos mais silenciosos, estimular os fabricantes a produzirem produtos com níveis de ruídos cada vez menores e melhorar a saúde do cidadão. Visando alcançá-lo, em 07/12/1994, foi estabelecido a Resolução Conama nº 20/94, instituindo a obrigatoriedade do uso do Selo Ruído em eletrodomésticos fabricados e importados e que gerem ruído no seu funcionamento. Continuar lendo “Selo ruído – Potência sonora”

1º Campanha do Agasalho Brics

Desapegue com solidariedade!

Durante o inverno, muitas pessoas e famílias sofrem com o frio sem ter como se aquecer. Pensando nisso estamos aceitando doações de Coberta, Agasalhos e Sapatos que serão distribuídos aos moradores de rua do Estado de São Paulo.

As roupas deverão ser entregues aqui na Brics no endereço: Rua doutor Ramos de Azevedo 159, sala 1802 – 18º andar, de segunda a sexta, das 08h às 17h, até o dia 29/julho/2016!

Vamos fazer a diferença!